Avançar para o conteúdo principal

Mais uma recordação da Galiza...



 Este foi um dia de experiência em Corrubedo. Experimentar à noite com um mar de "senhoras" por aqueles pesqueiros. De Verão, sabe bem olhar assim o mar, mas quem gosta de peixe, tem que esperar pela noite ... Assim foi feito. Às primeiras horas da noite, tentou-se umas amostras em algumas praias. Dois belos robalos capturados ao corrico com os seus "pingalins", o António Simões, sobressaiu. Outros, tentaram a sorte ao fundo, mas, apenas uns tremeliques de umas sarguetas, era o que se sentia. Saíram ainda algumas  que foram devidamente devolvidas ao seu habitat.
Uma paragem para confortar a barriga num restaurante das proximidades, e,voltamos à carga, mas sem resultados. Eu e o Rui, por volta da uma da manhã, fomos tentar uma bóia junto do Farol. Festival de bogas... e outros peixes que nem o nome sabia. Mais tarde, ferro um peso pesado (hehehehe), uma carga de trabalho para virar aquilo para cima. Sem saber o que era, e com muita dificuldade em o fazer "trepar" a parede. Com a ajuda do Rui, lá consegui ver a cor da "cobra". À bóia com um safio daqueles, é obra! Até às 4 da manhã, nada mais. Descansamos um pouco, para que ao romper do dia, tentássemos algo mais. Assim foi, pelas 7, engodamos um pesqueiro e, anzóis para a água. O Telmo ainda ferrou umas safias ou xoupas, não me recordo bem, eu, apenas um xaramaneco de um robalito que nem olhos tinha. Pouco depois, era hora de partir...
Assim se passou uma experiência por aqueles maravilhosos pesqueiros, onde chegamos à conclusão, que ali, só com mar a dar porrada!


Um momento para apreciar...
Linda esta cor, não é? Mas aquelas pedras estavam depenadas...
Olha tão negros que eles ficaram...
Pescar aqui, o quê?
Uma das coisas que tão bem sabe...
A cobra...
O Telmo ainda meio no escuro
O je...
Até sempre Corrubedo...

Comentários

É com prazer que reparamos que se fez seguidor do nosso blog.
Muito bem vindo. E desde já lhe dizemos que tem um bom trabalho aqui no seu blog.
Obrigado
Pedro Galante disse…
Desde já, agradeço a sua mensagem!
Vou tentar levar ao limite e explorar ao máximo esta nossa terra, e falar da nossa cada vez mais desprotegida ria.
Tenho procurado blogers que estejam do lado da ria... encontram-se muitos, mas a verdade, é que pouco se fala da sua principal notoriedade... ou seja, ajudar na sua preservação, e enquanto isso não for feito, ela estará a ser destruída dia após dia.

Abraço

Mensagens populares deste blogue

José Afonso, numa opinião de carretos para surf-casting...

O dia em que conheci o Zé! Na sua praia... Figueira da Foz, num encontro de um fórum de pesca...


O seu nome, dispensa quaisquer tipo de apresentações... Este é daqueles... que todos nós agradecemos a sua presença num qualquer lugar, e, se se falar de pesca, melhor ainda! Evidente que este meu espaço, fica mais rico... mesmo que, tenha tirado o seu artigo de uma revista de pesca. E para compor melhor este artigo, nada melhor que juntar o seu vastíssimo currículo de competição....
Desde já Zé, o meu muito obrigado sempre pela tua disponibilidade! Vai um abraço! 

Os carretos de Surf-Casting, dicas…
Os carretos de a utilizar devem ser carretos que não fiquem desequilibrados nas canas que possuímos e indicados para o surfcasting. Como características principais devem ter força, um bom enrolamento de fio na bobine e bobines largas para uma boa saída de fio.

Enguias de viveiro

Aproveitando mais uma bela almoçarada (arroz de Lampreia) na marinha da Boca Torta, no final, uma das pessoas que lá trabalha, deu-nos a oportunidade de ver algumas Enguias que por lá habitam.

































Sete meses depois, voltei a colocar uma cana ao alto...

Valeu a pena esperar por este dia... Acompanhado pela minha esposa, combinamos dias antes em ela me acompanhar até à Galiza no meu "regresso" à pesca, e para ela apreciar aquele magnifico lugar... pelo qual sou um incondicional apaixonado. Foi um momento aguardado com muita emoção e ansiedade... O destino foi estipulado mesmo à ultima da hora em conjunto com um Português... radicado à mais de 40 anos na Galiza e por umas coordenadas que me chegaram via sms por um amigo... Partida cerca das 3:30h de sábado. A viagem correu calma, apesar de por vezes apanhar nevoeiro intenso. A chegada deu-se por volta das 7h, com alguns inconvenientes à mistura, visto que o GPS do telemóvel não funcionou. Uma chamada de recurso, resolveu o problema, a pessoa a quem liguei, passado pouco tempo, estava junto a nós, tendo-nos guiado até aos pesqueiros... Uma água de fazer inveja, foi o que encontramos. Ele disse-me onde geralmente pescava, mas, fui de encontra os pesqueiros dele, e disse-lhe que go…