janeiro 09, 2011

Mais uma recordação da Galiza...



 Este foi um dia de experiência em Corrubedo. Experimentar à noite com um mar de "senhoras" por aqueles pesqueiros. De Verão, sabe bem olhar assim o mar, mas quem gosta de peixe, tem que esperar pela noite ... Assim foi feito. Às primeiras horas da noite, tentou-se umas amostras em algumas praias. Dois belos robalos capturados ao corrico com os seus "pingalins", o António Simões, sobressaiu. Outros, tentaram a sorte ao fundo, mas, apenas uns tremeliques de umas sarguetas, era o que se sentia. Saíram ainda algumas  que foram devidamente devolvidas ao seu habitat.
Uma paragem para confortar a barriga num restaurante das proximidades, e,voltamos à carga, mas sem resultados. Eu e o Rui, por volta da uma da manhã, fomos tentar uma bóia junto do Farol. Festival de bogas... e outros peixes que nem o nome sabia. Mais tarde, ferro um peso pesado (hehehehe), uma carga de trabalho para virar aquilo para cima. Sem saber o que era, e com muita dificuldade em o fazer "trepar" a parede. Com a ajuda do Rui, lá consegui ver a cor da "cobra". À bóia com um safio daqueles, é obra! Até às 4 da manhã, nada mais. Descansamos um pouco, para que ao romper do dia, tentássemos algo mais. Assim foi, pelas 7, engodamos um pesqueiro e, anzóis para a água. O Telmo ainda ferrou umas safias ou xoupas, não me recordo bem, eu, apenas um xaramaneco de um robalito que nem olhos tinha. Pouco depois, era hora de partir...
Assim se passou uma experiência por aqueles maravilhosos pesqueiros, onde chegamos à conclusão, que ali, só com mar a dar porrada!


Um momento para apreciar...
Linda esta cor, não é? Mas aquelas pedras estavam depenadas...
Olha tão negros que eles ficaram...
Pescar aqui, o quê?
Uma das coisas que tão bem sabe...
A cobra...
O Telmo ainda meio no escuro
O je...
Até sempre Corrubedo...

2 Comentários:

EstivadoresAveiro disse...

É com prazer que reparamos que se fez seguidor do nosso blog.
Muito bem vindo. E desde já lhe dizemos que tem um bom trabalho aqui no seu blog.
Obrigado

Pedro Galante disse...

Desde já, agradeço a sua mensagem!
Vou tentar levar ao limite e explorar ao máximo esta nossa terra, e falar da nossa cada vez mais desprotegida ria.
Tenho procurado blogers que estejam do lado da ria... encontram-se muitos, mas a verdade, é que pouco se fala da sua principal notoriedade... ou seja, ajudar na sua preservação, e enquanto isso não for feito, ela estará a ser destruída dia após dia.

Abraço

> Ir ao Fundo Ir ao Topo