Avançar para o conteúdo principal

Crash teste a uma cana de bóia

Deixo este vídeo de um teste (com 3.600gr) feito a uma cana de bóia de 6m há já algum tempo. Pormenores, evidente que não os dou... Apesar de tudo, é bem humoristico! Dasssss, até eu me assustei! :-)

Comentários

Pedro Nunes disse…
Tal foi esse teste!!! Porrrrra...
Pedro Galante disse…
Pedro Nunes disse...
Tal foi esse teste!!! Porrrrra...
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Não tentem fazer isto em casa... lol

Grande abraço
Nuno Paulino disse…
Quando quiserem arriscar e fazer testes deste género, usem pelo menos uns óculos para proteger os olhos. A cana quando parte em esforço tem tendência a projectar pedaços de carbono que podem ser perigosos.
Mas as primeiras assustam. E muito, lol!
Abraço

Mensagens populares deste blogue

José Afonso, numa opinião de carretos para surf-casting...

O dia em que conheci o Zé! Na sua praia... Figueira da Foz, num encontro de um fórum de pesca...


O seu nome, dispensa quaisquer tipo de apresentações... Este é daqueles... que todos nós agradecemos a sua presença num qualquer lugar, e, se se falar de pesca, melhor ainda! Evidente que este meu espaço, fica mais rico... mesmo que, tenha tirado o seu artigo de uma revista de pesca. E para compor melhor este artigo, nada melhor que juntar o seu vastíssimo currículo de competição....
Desde já Zé, o meu muito obrigado sempre pela tua disponibilidade! Vai um abraço! 

Os carretos de Surf-Casting, dicas…
Os carretos de a utilizar devem ser carretos que não fiquem desequilibrados nas canas que possuímos e indicados para o surfcasting. Como características principais devem ter força, um bom enrolamento de fio na bobine e bobines largas para uma boa saída de fio.

Sete meses depois, voltei a colocar uma cana ao alto...

Valeu a pena esperar por este dia... Acompanhado pela minha esposa, combinamos dias antes em ela me acompanhar até à Galiza no meu "regresso" à pesca, e para ela apreciar aquele magnifico lugar... pelo qual sou um incondicional apaixonado. Foi um momento aguardado com muita emoção e ansiedade... O destino foi estipulado mesmo à ultima da hora em conjunto com um Português... radicado à mais de 40 anos na Galiza e por umas coordenadas que me chegaram via sms por um amigo... Partida cerca das 3:30h de sábado. A viagem correu calma, apesar de por vezes apanhar nevoeiro intenso. A chegada deu-se por volta das 7h, com alguns inconvenientes à mistura, visto que o GPS do telemóvel não funcionou. Uma chamada de recurso, resolveu o problema, a pessoa a quem liguei, passado pouco tempo, estava junto a nós, tendo-nos guiado até aos pesqueiros... Uma água de fazer inveja, foi o que encontramos. Ele disse-me onde geralmente pescava, mas, fui de encontra os pesqueiros dele, e disse-lhe que go…

Enguias de viveiro

Aproveitando mais uma bela almoçarada (arroz de Lampreia) na marinha da Boca Torta, no final, uma das pessoas que lá trabalha, deu-nos a oportunidade de ver algumas Enguias que por lá habitam.