junho 27, 2009

De novo a Galiza

Uma vez mais e com os companheiros do costume (Telmo e Humberto), o nosso destino foi a Galiza.Com as previsões que o Windguru anunciava (mar a rondar os 2m, céu limpo e sem vento), tudo indicava um óptimo dia para nos dedicar aqueles belos Sargos.A saída deu-se por volta das 4 da manhã. A viagem foi tranquila. Chegamos ao pesqueiro que foi escolhido pelo caminho, passava das 7h já com o dia um pouco avançado para o desejado.Ferro dois belos sargos nos meus dois primeiros lançamentos, sabíamos que estávamos com as horas de maré muito no red line, foi um facto que se constatou, pois nos lançamentos seguintes, nada mais. A nossa insistência deu mais alguns frutos, 2 Sargos para o Humberto, e o meu melhor Sargo de sempre (1.500gr), mas este com uma olivete de 10gr a correr até ao anzol.Cerca das 11h resolvemos tentar outros locais, mas sem êxito.Eram horas de recarregar baterias. Depois disto, fomos tentar a sorte no início da enchente a outro pesqueiro. As condições deste não eram as melhores, o mar encontrava-se muito instável, ora calmo, ora muito bruto. Mas alguém saiu beneficiado aqui, o Telmo ferra dois belos Sargos, 1.560gr e 1.300gr e o Humberto mais um, embora de tamanho inferior, mas com medida bem acima da média.Decidimos então voltar a mudar de sítio e fazer as últimas 3h de enchente no local que tínhamos estado de manhã. Chegados lá, vimos que o mar estava muito inconstante e com condições muito precárias para se pescar com o peão e até com uma chumbadinha. Mesmo assim, consegue-se ferrar mais meia dúzia de Sargos mas só na altura em que o mar dava alguma trégua de água.

























































































































































Terminada a sessão, eram horas de regressar, cansados, mas felizes! Ali, todos os problemas do dia a dia são esquecidos, ali sentimo-nos bem, e fica sempre a promessa de lá voltar em breve!
video

0 Comentários:

> Ir ao Fundo Ir ao Topo